Arquivos de Categoria: Sem categoria

Felicidade realista

Mário Quintana A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a […]

Modos de lidar com problemas e desafios

Carlos Lima Cada vez fica mais óbvio que o processo de crescimento é um desafio. Aprender dá trabalho, expertise exige esforço, sair da zona de conforto demanda decisão. Pois bem, a vida está aí, estirada à sua frente, e o modo como você vai escolher lidar com ela, depende unicamente de você. A seguir descreveremos […]

Os trinta e três nomes de Deus

Rubem Alves “De vez em quando perguntam-me se acredito em Deus. Mas é claro. Acredito mais que a maioria das pessoas. Tenho até trinta e três nomes para ele. Esses nomes foi a Margueritte Yourcenar que me contou. Ela foi uma escritora maravilhosa, autora do livro Memórias de Adriano, quem lê nunca mais esquece, quero […]

Nataraja

Aldous Huxley Abram bem os olhos e olhem para o Nataraja que está no altar. Observem-no detalhadamente. Na sua mão superior direita, como vocês já viram, ele segura o tambor que chama o mundo para a vida, e na sua mão superior esquerda segura o fogo da destruição. vida e morte, ordem e desintegração, imparcialmente […]

Shiva, O Todo Auspicioso

Adwaita Chandra Das Shiva é considerado o deus dos yogis, porque está sempre absorto em meditação na Suprema Personalidade de Deus – a meta última do Yoga. Juntamente com Brahma e Vishnu, compõe a trimurti que rege os três modos da natureza – Tama, Raja e Satwa (respectivamente Ignorância, Paixão e Bondade). Enquanto Brahma é […]

Sauca, a disciplina da pureza

Patrícia Lima Limpeza e purificação são sinônimas de sauca. O primeiro dos niyamas (segundo estágio de yoga que são as observações que devemos ter para conosco) é a ‘faxina’ necessária para a edificação do caminho do yoga. Quando mudamos de casa a primeira ação antes de levar a mudança em si é limpar a casa […]

Tapas, a disciplina que liberta

Patrícia Lima Tapas significa calor. Nas religiões védicas é utilizada para expressar as práticas de austeridades realizadas com o objetivo de se obter algum ganho ou bênçãos dos seus respectivos deuses adorados. Essas práticas de ascetismo muitas vezes eram motivadas por fama, poder e egoísmo. A visão ascética também é comum na história do cristianismo […]

Svadhyaya, o estudo como caminho

Patrícia Lima Sva em sânscrito significa auto, próprio, self. Adhyaya literalmente significa estudo, lição, leitura. Muitos comentadores de Patanjali traduzem svadhyaya como estudo de si mesmo e ainda estendem o conceito para o estudo das escrituras sagradas que levam a compreensão do eu. Essas diferenças de traduções se dão no contexto em que a palavra […]

Santosha, desenvolvendo contentamento

Patrícia Lima Pense num estado que combina duas palavras: ‘inteiramente’ e ‘satisfação’.  Isso é a postura de um yogue que realizou santosha: viver completamente satisfeito, num estado de contentamento. Mas como é possível alguém viver o tempo todo nesse estado? Isso já nos soa como um estado de nirvana, de iluminação. Santosha faz parte dos […]